sábado, 27 de abril de 2013

MATERNIDADE ESCOLA JANUÁRIO CICCO - BERÇO DE MUITOS POTIGUARES

Berço de muitos potiguares, o belíssimo casarão onde funciona a Maternidade Escola Januário Cicco, antiga Maternidade de Natal, teve sua construção iniciada em janeiro de 1932. O terreno foi doado pelo então prefeito O'Grady mas a inauguração só ocorreu em 12 de fevereiro de 1950. No início da década de 40 a Maternidade já estava pronta para funcionar, mas durante a Segunda Guerra Mundial foi ocupada como "Quartel General das Forças Aliadas e Hospital de Campanha".

Com o final da guerra e após intensa campanha, Januário Cicco conseguiu retomar o prédio, restaurá-lo colocá-lo para funcionar.

De características neoclássicas, de elevado valor arquitetônico e histórico, a Maternidade Januário Cicco, como é conhecida pelos natalenses, é uma das raras exceções, nesta cidade, de uma construção que permanece até os dias atuais desenvolvendo as atividades para as quais foi planejada. Hoje a Maternidade Escola é referência na cidade e funciona como campo de pesquisa, ensino e aplicação prática dessa área de saúde, além de prestar atendimento a população pobre.
A história da primeira maternidade de Natal tem um nome, um idealizador. O médico, escritor e humanista, Januário Cicco, nascido em São José de Mipibu, em 30 de abril de 1881. Falecido em 1952, Januário Cicco foi um pioneiro da Medicina Social. Seu legado para a Medicina potiguar é incalculável! A Maternidade surgiu graças ao sonho desse homem e as frequentes campanhas públicas, festas, desfiles, quermesses, sorteios e rifas para arrecadar dinheiro para a sua construção. Além do seu grande envolvimento com a área de saúde, Januário Cicco escreveu importantes obras científicas e literárias, como " O Destino dos Cadáveres" (1906) "Como se Higienizaria Natal" (1920) " Memórias de um Médico de Província" ( 1928) e "Eutanásia" (!932).
Em primeiro de novembro de 1952, vítima de um ataque cardíaco, morre o fundador da Saúde Pública do RN
 
FONTE: Página do Facebook do Descobrindo Rio Grande do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário