AS EMAS DO RIO GRANDE DO NORTE QUE CÂMARA CASCUDO DISSE QUE NÃO EXISTIAM

Por Lenilton Lima

Copiado de http://rnblogprog.org/2012/01/29/as-emas-do-rio-grande-do-norte-que-camara-cascudo-disse-que-nao-existia/

Texto, fotos e vídeo: Lenilton Lima
Em Materia publicado na Tribuna do Norte no “Fascículo 4 -Massacres no Rio Grande” que se refere à Ema no Brasão Holandês do Rio Grande.
Áreportagem cita as afirmações do historiador potiguar Câmara Cascudo sobrea não existiam das aves aqui no Rio Grande do Norte e atribui o desenho do pássarono Brasão Holandês ao chefe indígena Jandui que por ser aliado dos holandesesganha a homenagem do Conde Mauricio de Nassau.
Jandui ou Nhanduí siguinifica, A Pequena Ema.
Em 2007 eu, Lenilton Lima e a antropóloga JussaraGalhardo fomos a Assú/RN com a missão mapear duas comunidades e colher assinaturasdos caboclos açuenses que requeriam da FUNAI o reconhecimento de suascomunidades como de origem indígenas.
Sempre que chegamos ao Banguê nós nos dirigimos àcasa de João Brabo de 86 anos, ele é um dos moradores mais antigo da localidade.
Nesse dia ele falou sobre os remédios que seupovo tirava da mata e dos animais que o seu pai e os moradores mais antigoscaçavam. Logo que ele começou a falar sobre a existência dasemas no Banguê, me vem na lembrança da publicação do jornal Tribuna doNorteonde Câmara Cascudo contestava a existência dessas aves aqui no nosso Estado.
Algumas duvidas me vem. Como Jandui um índio Cariri nascido no Rio Grandedo Norte recebe o nome de uma ave que não tinha no Estado?

Comentários

  1. Caro Lenilton,

    Minha região, (Caiçara do Rio do Vento) teve outrora sua caatinga povoada por emas, ouví de meu avô (nascido em 1898 e falescido em 1998) que a ave era caçada pelos sertanejos, tanto pela carne, como também pelos seus ovos. Talvez pela retirada dos ovos tenha a mesma sido extinta

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas