quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Chuvas não foram suficientes para encher os mananciais potiguares e número de cidades em colapso chegou a 13 em outubro.

Do G1 RN
Reservatório Itans, que atende a região Seridó, está com nível de 18,2% da capacidade total (Foto: Sidney Silva)O número de municípios do Rio Grande do Norte em colapso no abastecimento d'água caiu para nove no mês de novembro. Em outubro esse número chegou a 13. A informação foi confirmada pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) nesta quarta-feira (20). Os municípios que estão em colapso continuam com a cobrança de faturas suspensa pela Caern, que atende 153 das 167 cidades do estado.
As cidades com serviços paralisados estão concentradas nas regiões Oeste e Seridó do estado. Atualmente sofrem com o colapso no abastecimento os municípios de Água Nova, João Dias, Pilões, São Francisco do Oeste, Antônio Martins, Ipueira, Equador, Carnaúba dos Dantas e São José do Seridó.
O colapso acontece quando a Caern admite que não tem condições de abastecer a cidade e suspende a emissão de faturas para os moradores do município.
O município de Jucurutu, na região Oeste do Rio Grande do Norte, voltou a ser abastecido pela Caern no dia 11 deste mês. O fornecimento de água havia sido interrompido em outubro.
A seca tem sido a principal responsável pela redução no abastecimento das cidades. Com a ausência de chuvas, o nível dos reservatórios no interior do estado baixou e o abastecimento ficou inviável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário