quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O inverno e a caatinga

Jornal de WM


Meteorologistas de toda região nordestina reúnem-se em Natal, hoje e amanhã, para uma "análise dos parâmetros oceânicos e atmosféricos globais para prever o período chuvoso dos meses de março, abril e maio no semiárido", como está escrito no rilise oficial. Na linguagem matuta, quer dizer: o pessoal vai anunciar se haverá inverno normal ou não, depois de consultar esses 'parâmetros' do mar e do ar. No encontro anterior, realizado em janeiro em Fortaleza, a dica foi que teríamos chuvas dentro da média histórica.

Os profetas sertanejos acreditam que vamos ter um inverno bom. Os maribondos cabocos já fazem suas casas nos alpendres do Seridó e dos Cariris Paraibanos, conferi na viagem de semana passada. As formigas cuidam da proteção em torno de suas moradias subterrâneas e não se viu, nas ribeiras do Potengi, rolinha fazendo ninho no chão. Além do mais, as pedras de sal de Santa Luzia se derreteram em março, abril e maio, me confirmou Pedro Malhada. Acredito nas duas corporações: dos meteorologistas e dos sábios profetas sertanejos.

Aqui e acolá se tem notícia de chuvas no Piauí. Foi assim em dezembro e foi assim em janeiro. No Cariri cearense deu umas chuvadas boas na primeira metade de janeiro. Aqui mesmo no Rio Grande do Norte houve uma ou outra animando a gente. Tem boa parte do Seridó que suas matas, por cima das serras, estão verdes que é uma beleza. Vi isso em Acari e no caminho para Carnaúba dos Dantas e nas conversas percebeu-se que os sinais da natureza são positivos. Aguardemos o que vão dizer, agora, os "parâmetros oceânicos e atmosféricos globais". Faço a maior fé no taco dos meteorologistas, mas sem esquecer de São José.

Bom, tem outra reunião importante nesse universo sertanejo, mas que, infelizmente, a mídia natalense não deu importância. Foi, ontem, no CTGás: "Oficina Bioma Caatinga". Uma preparatória para a I Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga - A Caatinga na Rio + 20, que acontecerá agora, em março (de 14 a 16), em Fortaleza.

Na reunião de ontem aqui em Natal estavam programadas palestras e debates sobre o Bioma Caatinga Potiguar, Plano de Combate a Desertificação do Rio Grande do Norte e projetos para a conservação da Caatinga, entre outras proposições. Um assunto que é muito mais importante, bem muito mais, do que a Arena das Dunas. Gente, estão acabando com a caatinga e  o sertão ameaçado de virar um deserto, suas matas nativas se transformando em lenha para os fornos das cerâmicas!

A reunião de ontem no CTGás  foi promovida pela Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos. Será que tinha algum prefeito presente?

FONTE: http://tribunadonorte.com.br/noticia/o-inverno-e-a-caatinga/212172

Nenhum comentário:

Postar um comentário