quinta-feira, 26 de agosto de 2010

As oligarquias que apoiam seus pés imundos nas espáduas do povo.

Texto original em: http://adrianoamicusplato.blogspot.com/

No princípio era Geisel e Geisel nomeou Golbery do Couto e Silva que nomeou Tarcísio Maia para governador do Rio Grande do Norte que em 1979 foi sucedido providencialmente por seu primo Lavoisier Maia.

Lavoisier indica para assumir o cargo de prefeito do Natal o filho de Tarcisío Maia, José Agripino Maia, que em 1982 beneficiado pelo voto camarão se torna governador do estado.

Lavoisier se casa com Vilma e gera Márcia e Lauro Maia, atualmente deputada e ele candidato a deputado estadual, Vilma ex-governadora e candidata a uma vaga no senado, enquanto Lavoisier é deputado estadual.

Para eleger Wilma prefeita de Natal José Agripino protagonizou o episódio conhecido como rabo de palha que segundo o blog do sindicato dos bancários de brasilia (www.bancariosdf.com.br) se deu da seguinte forma:

"José Agripino Maia toma posse em 15 de março de 1983 e, dali a dois anos, será flagrado numa reunião com auxiliares e 120 prfeitos, acertando o que constituiria a maior fraude elitoral da história do Rio Grande do Norte.

Dessa vez, José Agripino queria eleger prefeita de Natal sua secretaria de Promoção Social, Wilma Maia, em 1985. Tinham como adversário o deputado estadual Garibaldi Alves Filho (PMDB), sobrinho de Aluízio e hoje presidente do Senado. O plano foi todo armado em quatro reuniões, no Centro de Convenções, Zona Sul de Natal.

José Agripino simplesmente instruiu os prefeitos a comprar títulos eleitorais, distribuir presentes, incentivar tumultos nos processos de votação e apuração e, ainda, usa veículos oficiais com placas frias para transportar eleitores do interior para a capital. O caso ficou conhecido como Escândalo Rabo-de-Palha, rótulo fornecido pelo próprio José Agripino, que ao final de uma reunião pediu:

- Não podemos deixar rabo-de-palha.

Caros Amigos reproduz aqui parte da conversa. Laudo do Instituto Nacional de Criminalística, da Polícia Federal, diz que a voz é do governador.

José Agripino -Os pobres estão indecisos. É em cima desse povo que você tem que atuar. Com uma feirazinha, com um enxoval, com umas coisinhas".

José Agripino se envolveu também em outros escândalos como os relacionados ao ganhe JÁ.

José Agripino gerou ainda Felipe Maia que é deputado Federal e candidato a reeleição.

Para não tornar o texto prolixo é necessário apenas dizer que esse grupo político acima citado faz parte do mesmo clã oligárquico que impera soberano sobre Mossoró há vários anos.

A oligarquia Alves fica para uma próxima ocasião, porém para concluir esse pobre texto feita nas coxas resta apenas a moral da história, ou seja, a nota indignada do blog:

Que povo besta é esse que fica segurando cartaz e correndo atrás desse pessoal que faz da política um feudo graças a esses ignorantes vassalos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário